"Leminskiando"

Hoje aqui postando poesias de Paulo Leminski... Poeta contemporâneo brasileiro... Quem tiver oportunidade de ler, super indico...

Nascemos em poemas diversos
destino quis que a gente se achasse
na mesma estrofe e na mesma classe
no mesmo verso e na mesma frase

Rima à primeira vista nos vimos
trocamos nossos sinônimos
olhares não mais anônimos

Nesta altura da leitura
nas mesmas pistas
mistas a minha a tua a nossa linha

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------

    O que o amanhã não sabe,
o ontem não soube.
    Nada que não seja o hoje
Jamais houve.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nada com nada se assemelha.
   Qual seria a diferença
        entre o fogo do meu sangue
e esta rosa vermelha?
    Cada coisa com seu peso,
cada quilômetro, seu quilo.
      De que adianta dizê-lo,
isto, sim, é como aquilo?
    Tudo o mais que acontece,
nunca antes sucedeu.
    E mesmo que sucedesse,
acontece que esqueceu.
     Coisas não são parecidas,
nenhum paralelo possível.
     Estamos todos sozinhos.
Eu estou, tu estás, eu estive.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jogadores importantes da histótria desde time

Na mala!