Escalação tática do Campinense Clube no ultimo amistoso

DEIXE UM COMENTÁRIO
No ultimo domingo (23), o clube rubro negro campinense, fez sua estréia na temporada 2011, em um amistoso diante da Seleção de Pocinho, no belo estadio do Galdinão, na cidade de Pocinhos, vencendo o selecionado local pelo placar de 2x0, Duda contra e Ulisses de pênalti, a torcida presente pode observa um pouca da base que o técnico Suelio Lacerda irar utilizar na temporada.



(Foto: Site oficial Campinense Clube)

O técnico rubro negro, demonstra que uma das possíveis base do time sera a escalação de 4-4-2, contado com 2 zagueiros fixos, como foi o caso no amistoso, com os zagueiro Tales e Luiz Henrique, um zagueiro mas lento fixo e outro mais aberto, com 2 laterais que apóiam e tem uma boa marcação além de não darem muito espaço para um contra-ataque pela alas, como foi no caso de Iran e Julinho, os dois laterais mostraram boa visão de jogo, um grande apoio ofensivo e boa postura defensiva. No meio campo, 2 volantes de grande marcação e que apóiam a defesa, no caso do jogo, Lello e Geovanne, o primeiro joga mais como um 3 zagueiro, já o segundo mais raçudo apóia ofensivamente e tem marcação forte, protegendo a zaga, já os dois meias, se tornado os homens de criação e chegado de surpresa ao ataque, Ulisses que estava com a 10, fez a ligação do meio ao ataque jogando mais como homem de criação além de chegar bem ao ataque nas laterais e centralizado, já o camisa 18 Kaká, joga mas pela direita apoiando junto de Iran, chegando mas como um ponta-direito surpreendendo a zaga adversário, já no setor ofensivo, um atacante centralizado e outro que sai mais para o jogo, no amistoso, Tiago Resende jogou mas centralizado, prendendo a zaga na marcação e sempre tentando finalizar, já Marcelinho jogou como um segundo atacante, jogando pela duas laterias, sendo apoiando uma hora por Julinho na esquerda outra hora apoiado por Iran na direita, sempre confundido a zaga com a velocidade e puxando a marcação para deixar o centravante sozinho para finalizar para o gol.

No primeiro amistoso do ano pode se perceber um pouco do esquema tático e do comportamento dos jogadores dentro de campo, lembrado que a analise foi realizando com a equipe que iniciou a partida, e também que algum jogadores considerados titulares estão entregue ao DM do Campinense, no caso de Samir e Renato Santiago.



Como no esquema representa, o zagueiro Tales joga mas aberto protegendo a reta guarda de Julinho, já Luiz Henrique por ser mais lento fica centralizado protegendo a meta do goleiro Pantera, o esquema também mostra, quando a equipe parte para o ataque o volante Geovanne avança pelas alas, ou no meio dando suporte ofensivo, já Lello recua mas jogado como 3 zagueiro, já nas laterais, Julinho e Iran sobem rápido, hora Iran sobe e Julinho recua, hora Julinho avança e Iran recua, dando apoio e abertura para jogadas, no meio Ulisses se torna o homem de criação jogando mais centralizado, espera os laterais ou até mesmo o atacante Macelinho abrir oportunidade de jogo, para avança podendo chegar como um ponta ao ataque, já Kaká, joga mas avançado apoiando Iran na direita e chegando ao ataque com um ponta-direita surpreendendo a zaga em uma cobrança de bola parada ou cruzamento na linha de fundo, porem no ataque, Marcelinho Henrique é o jogador versátil, podendo joga mais centralizando ou ir buscar jogo, como demonstrou no amistoso, votando mas, jogado com um meia-atacante ou um segundo atacante, usando sua velocidade e habilidade para confundir a zaga e deixar o centravante com condições do jogo e de finalizar, jogando pela esquerda apoiando Julinho ou pela direita apoiando Iran, além de dar mas liberdade a Ulisses e Kaká para chegarem ao ataque. Já Tiago Resende, tipo centavante, fixo, onde força a zaga a ter uma marcação pesada liberando que um dos companheiros chegue ao ataque livre com condição de finalizar ao gol.

Siga o Campinense News no Twitter: @CampinenseNews
Iury Matheus
Campinense News! De Torcedor para Torcedor!

0 comentários:

Postar um comentário